top of page

Liberdade, Libertação ou Moksha.

Na agitação das nossas vidas e, por vezes, caóticas, muitas vezes sentimos o desejo de algo mais. Muitas pessoas procuram um sentido mais profundo, um propósito e, em última análise, a realização pessoal. Nesta jornada, estes dois conceitos entrelaçam-se muitas vezes: libertação e liberdade.

Liberdade ou Moksha
Liberdade ou Moksha

A "libertação" é frequentemente vista como um escape das amarras, dos fardos e das limitações que carregamos. É a ideia de nos libertarmos de situações opressivas, relacionamentos tóxicos ou qualquer coisa que nos prenda. No entanto, a libertação, embora necessária em muitos casos, pode ser apenas um primeiro passo. Para a pessoa desejar a libertação tem que ter a consciencia do que a oprime ou de que é necessária a libertação de algo.


Por outro lado, a "liberdade" transcende a mera libertação. É um estado do SER em que nos sentimos plenamente conectados connosco e com o mundo à nossa volta. A liberdade é a capacidade de tomar decisões alinhadas com os nossos valores e desejos mais profundos. É uma jornada de autoconhecimento e autenticidade.


A busca pela libertação pode ser motivada por feridas emocionais, traumas ou situações adversas. No entanto, para alcançar a verdadeira liberdade, é essencial mergulhar profundamente dentro de nós mesmos. Isso envolve a autorreflexão, a auto-compreensão e um compromisso com o crescimento pessoal contínuo.





Liberdade ou Moksha, como o yoga nos ajuda?
Liberdade ou Moksha


A verdadeira liberdade não significa necessariamente viver sem desafios, mas sim enfrentá-los com resiliência e clareza de propósito. É a capacidade de aceitar a imperfeição e abraçar a nossa jornada, com todas as suas complexidades. É encontrar a paz interior, a autenticidade e a alegria.


Moksha (ou Mukti) da filosofia Indu é o mesmo conceito que liberdade?


  • Moksha é um conceito central na filosofia hindu, juntamente com outras tradições indianas como o jainismo e o budismo. Refere-se à libertação espiritual e à realização da unidade com o divino ou o absoluto.

  • Moksha é visto como o objetivo final da vida e envolve a libertação do ciclo de nascimentos e mortes (samsara) e a união com a divindade suprema (Brahman) ou a realização da natureza verdadeira do eu (Atman).

  • Alcançar Moksha é visto como a dissolução do ego, das ilusões e das amarras terrenas, levando a uma experiência de paz e liberdade eternas.


"Querer ser livre é também querer livres os outros." - Simone de Beauvoir

Liberdade?

  • A liberdade é um conceito amplo que se refere à capacidade de uma pessoa de agir, escolher e viver de acordo com sua própria vontade, dentro dos limites da lei e dos direitos de outras pessoas.

  • A liberdade pode ser política, abrangendo direitos como liberdade de expressão, religião e associação, bem como liberdade individual para tomar decisões pessoais.

  • Também pode referir-se à liberdade emocional e psicológica, que envolve a capacidade de libertar-se de medos, traumas e restrições emocionais.

Por aqui conseguimos perceber a diferença entre os 2 concietos. A liberdade é um conceito amplo que pode se referir à autonomia e independência em várias áreas da vida, enquanto Moksha é um conceito profundamente espiritual e filosófico que se relaciona com a libertação do ciclo de reencarnação e a realização de uma unidade divina ou transcendental na tradição hindu e em outras tradições indianas. Ambos os conceitos abordam a ideia de liberdade, mas em contextos e dimensões diferentes.



Liberdade como destino final


A busca da liberdade e da libertação pode ser uma jornada de toda a vida. Às vezes, a libertação é um passo necessário para abrir as portas para a liberdade. Mas, ao longo deste caminho, é importante lembrar que a verdadeira liberdade reside dentro de nós, à espera de ser descoberta.

Convido-vos, assim, a aprofundarem a vossa jornada de autoconhecimento, procurando não apenas a libertação, mas a liberdade. Explorem o vosso interior, compreendam-se melhor e permitam-se viver uma vida mais autêntica, alinhada com os vossos valores e aspirações. Afinal, a liberdade é o destino final, e a jornada para alcançá-la é uma das experiências mais gratificantes da vida.


Yoga uma filosofia que promove a busca pela Liberdade Interior


O yoga é uma prática ancestral que se revela como uma poderosa ferramenta na busca da liberdade interior. Através das suas técnicas de respiração, meditação, posturas físicas e concentração, o yoga oferece um caminho para a autorreflexão profunda e o autoconhecimento. Ao mergulhar nas profundezas da própria mente e corpo, os praticantes de yoga podem identificar e libertar bloqueios emocionais, tensões físicas e padrões mentais limitantes, criando espaço para a verdadeira liberdade interior.


Além disso, o yoga promove a ligação entre o corpo, a mente e o espírito, permitindo que os praticantes cultivem a consciência do momento presente. Essa consciência facilita a aceitação de si próprio, a compreensão das suas necessidades e a capacidade de fazer escolhas alinhadas com os seus valores mais profundos. Assim, o yoga não fortalece apenas o corpo e aumenta a flexibilidade, mas também serve como uma ferramenta transformadora que conduz à liberdade interior, permitindo que os indivíduos vivam com autenticidade, equilíbrio e paz.



Liberdade ou Moksha
Liberdade ou Moksha


Libertarmo-nos a nós próprios


Por vezes a liberdade urge quando nos aprisionamos em crenças. Embora possam ser construtivas e guiar as nossas vidas, também têm o potencial de nos aprisionar. É um lembrete de que, em nossa busca por segurança e significado, podemos aderir a crenças rígidas que nos limitam, nos mantêm em padrões de pensamento restritos e nos impedem de experimentar a verdadeira liberdade.

Muitas vezes, as crenças são moldadas por influências externas, tais como cultura, família e sociedade, e podem não refletir nossa verdadeira essência ou evolução pessoal.


Vamos com este artigo destacar a importância de sermos autênticos e estarmos dispostos a questionar e, se necessário, libertar-nos de crenças que não mais servem ao nosso crescimento e bem-estar. Reconhecer quando as crenças estão nos limitam é o primeiro passo para encontrar a liberdade interior, permitindo-nos explorar novos horizontes, expandir as nossas perspectivas e viver uma vida mais alinhada com quem realmente somos.

15 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page