top of page

Existe diferença entre Chakra fechado e Chakra bloqueado?

Atualizado: 26 de abr. de 2023



Chakra é um termo em sânscrito que significa roda, ou seja, é um receptor e emissor de energia que liga os 3 corpos do ser humano ao universo.


Segundo o Yoga, o ser humano é constituído por três corpos diferenciados mas interligados, são eles o corpo físico, o sutil e o causal; para os ocidentais corpo físico, mental e emocional.


Estes 3 corpos funcionam como veículos para a manifestação do Ser, Ātma, porém também recebem energia vital. Esta energia vital conhecida como PRANA, ANIMA o SER humano, dá-lhe VIDA. Por isso, a energia que afeta os corpos é afetada pela ação dos SER Humano.


Por exemplo:


Corpo mental – Os pensamentos negativos geram energia negativa que trazem desequilíbrio e possivelmente doença associada;

Corpo emocional – Emoções descontroladas geram Sentimentos de tristeza, medo, ansiedade, a energia fica sobrecarregada com negatividade e desarmonia, pode provocar doença, mau estar, conflitos internos e/ou com os outros;

Corpo físico – Uma mente indecisa e negativa pode levar a escolhas que prejudicam o ser humano, por exemplo, má alimentação; foco excessivo no trabalho, falta de descanso, relações interpessoais difíceis, excesso de dedicação ao outro ficando para segundo plano. Nestes casos pode gerar energia estagnada no chakra, o que poderá provocar doenças mentais ou físicas.


Por outro lado, ao trabalhar os chakras, tens o PODER de auxiliar o teu equilíbrio. Sem mudança de hábitos e consciência, os padrões repetem-se, por isso, tem que haver uma alteração no modo de vida, de pensar e de gerir as emoções. Já começamos aqui a perceber que quem tem que ser trabalhada és tu. Os chakras são manifestações de como te estás a sentir. São sinais do interior emocional e físico.





Existem situações em que os Chakras podem bloquear, parar ou fechar. Porém quando estão equilibrados, a energia flui livremente.

Ou seja, se sentes um bloqueio na vida, vai refletir-se num chakra que não deixa a energia fluir. Tudo o que sentes reflete-se para o exterior através dos portais, os chakras. Por outro lado, os chakras absovem o Prana e transformam em energia que é absorvida por ti.


Por exemplo: um chakra que está na frequência do medo, ou seja quando através desse chakra demonstras medo, provoca inquietação e desconforto, começam a surgir vozes que nos aprisionam e que provocam cada vez mais medo. Por outro lado, quando está na frequência do amor, surge a plenitude, paz e alegria no nosso caminho. Um caminho de paz e tranquilidade motiva a trabalhar o INTERIOR.


Chakra mais fechado não é o mesmo que chakra bloqueado. Este último significa que a energia não está a fluir talvez devido a um trauma. Um Chakra fechado implica que a energia está estagnada.


Se um chakra estiver fechado ou bloqueado, ele é incapaz de receber e retransmitir energia; enquanto se estiver muito aberto, funciona excessivamente levando a casos em que a pessoa fica histérica e sem noção do correto e incorreto.


Também existe o contrário, pelo facto de um Chakra estar com baixa energia pode provocar reações ou sentimentos que a pessoa não sabe de onde vêm. Exemplo disso, quando de repente aparece a vontade de comer algo que não se sabe o que é, uma angústia que aparece sem saber a origem.





Fechar e abrir chakras significa, de uma forma correta ajudar a energia a fluir livremente para que existam as trocas entre o Ser humano e o Universo.


O trabalho de um terapeuta é reconhecido quando um paciente começa a mudar de RUMO e a fazer alterações na sua vida.


Existe uma grande diferença entre energia equilibrada e energia dispersa. Geralmente as pessoas têm os seguintes chakras em desequilíbrio:


Cardíaco – Ódio, rancor, pensamentos recorrentes do passado que provocam dor, mesmo passados bastantes anos;

Plexo solar – Absorção de energia densa dos outros, muito emocional, com pouco poder pessoal, facilmente manipulável;

Terceira visão – Incapacidade de VER para além da visão física, dores de cabeça, falta de orientação;


Existem as seguintes técnicas para equilibrar os chakras:


- Tratamentos e terapias com um terapeuta de REIKI;


- Desintoxicação da MENTE através de pensamentos, frases poderosas, meditação com foco nos CHAKRAS, Yoganidrá (reprogramação da MENTE);


- Posturas físicas de Yoga ou Tai Chi que abrem e estimulam as glândulas que fazem as trocas energéticas através dos Chakras que ajudam no equilíbrio;


- Meditações purificadoras guiadas específicas para cada Chakra;


- Recondicionamento do corpo e da mente para um propósito de felicidade e paz; ativação de sentimentos elevados;


- Massagem;


- Consultas de Terapias holísticas;


- Limpar o ambiente com Tochas e orações de Limpeza;


- Consultas de Astrologia, Astrologia Alquímica analisa chakras e procura curas para integrar o SER.


Quando procurares ajuda certifica-te que o teu Terapeuta tem conhecimento sobre a energia dos Chakras ou alguma formação para que exista o respeito e o cuidado para contigo.


Se tiveres o infortúnio de encontrar um profissional que não esteja bem preparado a nível de conhecimentos técnicos, em vez de teres os Chakras equilibrados, ficas com a energia trocada, estagnada o provoca resultados desviantes.


Certifica-te que o local de terapia está limpo energeticamente para não absorvas as energias de outros pacientes.


Lembra-te que os chakras fazem parte de ti, é impossível viveres sem coração, sem oxigénio, por isso é importante aprender a “geri-los” e a trabalhar com eles e ter uma VIDA mais plena e feliz.


Para saberes mais inscreve-te no nosso workshop “Viagem aos Chakras” aqui neste LINK




220 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Bình luận


bottom of page